Download Acateco de la frontera sur by Roberto Zavala Maldonado PDF

By Roberto Zavala Maldonado

Paradójicamente, el idioma descrito en este texto es una lengua en el "exilio": el acateco es el dialecto mayense de una comunidad guatemalteca que recientemente se asentó en México; pertenece a los angeles subfamilia kanjobaleana. Este estudio presenta las estructuras sintácticas de una lengua de jornaleros y perseguidos políticos que adoptaron a México como tierra de refugio y de cómo México se convirtió en el albergue de una nueva lengua.

Show description

Read Online or Download Acateco de la frontera sur PDF

Similar no-ficcion books

El diseño industrial de la A a la Z

The booklet is on stable form.

En Busca de la Política

Estudio que proporciona un amplio landscape del mundo globalizado que se caracteriza por l. a. incertidumbre y en donde los angeles "sociabilidad", flota en un vacío en busca de un objetivo tangible; asegurando que se carece de vías de canalización estables, y que no existe una forma fácil de traducir las preocupaciones privadas en temas públicos y, a los angeles inversa, percibir en las preocupaciones privadas temas de preocupación pública.

La Danza Final de Kali

Un asombroso trabajo de sÌntesis sobre l. a. situaciÛn postrera del mundo moderno

Additional info for Acateco de la frontera sur

Example text

Voluptas, voluptatis, a volúpia, o prazer. Cf. , op. ] L’Art Brut, nº 3, p. 63. ”. Empreguemos o nome de “máquina celibatária” para designar essa máquina que sucede à máquina paranoica e à máquina miraculante, formando uma nova aliança entre as máquinas desejantes e o corpo sem órgãos, em prol do nascimento de uma humanidade nova ou de um organismo glo­ rioso. NT Michel Carrouges isolou, sob o nome de “máquinas celibatárias”, um certo número de máquinas fantásticas que descobria na literatura. Os exemplos que invoca são muito variados e, à pri­ meira vista, parece que não cabem numa mesma categoria: La Mariée mise à nu...

São as mesmas máquinas, mas com regimes diferentes; e é isso que os fantasmas de grupo mostram. 6. As diferenças de regime entre a produção desejante e a produção social] Quando, anteriormente, esboçávamos um paralelo entre a produção social e a produção desejante, para mostrar nos dois casos a presença de uma instância de antiprodução pronta a as48 As máquinas desejantes sentar-se sobre as formas produtivasNT e a apropriar-se delas, esse paralelismo não prejulgava em nada a relação entre as duas produções.

Do mesmo modo, os agentes de produção se colocam sobre o corpo de Schreber, dependuram-se nele, tal como os raios do céu que ele atrai e que contêm milhares de pequenos espermatozoides. Raios, pássaros, vozes, nervos entram em relações permutáveis de genealogia complexa com Deus e com as 14 Walter Morgenthaler [1882-1930], “Adolf Wölfli”, tradução francesa, L’Art Brut, nº 2. [NT: A respeito de L’Art Brut, e para imagens da obra de Adolf Wölfli (1864-1930), cf. ] O corpo sem órgãos 29 formas divididas de Deus.

Download PDF sample

Rated 4.45 of 5 – based on 33 votes